pra não ficar na gaveta

sexta-feira, dezembro 16, 2011

 
a sandália nova branca com dedos
que se refestelam do lado de fora
como crianças que sabem o verão que vem
de repente a chuva mingua os planos
da calça jeans com sandália de dedos
uma combinação entre-estações
para não se sentir nem tão lá nem tão
cá os dedos curvados corcundas
como crianças tristes que sabem
o toró que se aproxima as unhas recém-cortadas
que planejaram se mostrar sobre a cadeira de rodinhas
que nada a água inundou a sexta
da janela os bambus se movem muito
chegam a parecer desesperados
as folhas penduradas são cabelos colados
que gritam novas rugas onde nada havia

Comentários:
Novas rugas
desconhecem
o silêncio.
 
tropical_step!
 
Gênia.
 
bom te ler de novo, alice
 
Adoro a composição e as formas que as suas palavras tomam quando lidas. {:
 
Lindo.
 
que boa surpresa abrir o blog meses depois a procura de um poema velho que possa calar a chuva e descobrir que Alice deixou um novo poema. Mas que má ideia essa de já quase não atualizar.
 
Brava Alice, Bravo!
 
Que bloog mais lindo esse seu, suas postagens são ótimas, adorei esse texto, ele é muito lindo, amei tudo, parabéns!!
-
Se puder dá uma conferida e seguir meu blog fico super grata, dá uma passada lá? http://akissinlife.blogspot.com.br/
-
Beijos amr ^^'
 
Droga, você devia escrever mais, mulher. Odeio atualizar aqui e não ver nada novo, sou orbigado a reler tudo de novo, tanto que já decorei tudo, haha.
 
Olá, Alice!
Li, no jornal Zero Hora, há alguns dias atrás, uma poesia tua.
Adorei!
Também sou poeta e gostaria de trocar umas ideias!
Abraços!
 
Gostei que só.

Flores.
 
Bela e sedutora figura de linguagem.
 
alice, se vc quiser namorar to aqui, sou apaixonado por vc e seus textos, terá apenas q lidar com a diferença de 10 anos (acima de mim)
 
nunca vi ruga nova, mas a velha não mais seria apenas uma ruga, né?
 
Descobri seu livro (RABO DE BALEIA) e achei incrível. Conheço um poeta que tem um trabalho que se parece com o seu, por isso acredito que você deveria conhecê-lo. Talvez seja bom saber que há uma poética sendo compartilhada, por isso sugiro o tal poeta.

http://restodecafefrio.blogspot.com.br/

http://restodecafefrio.blogspot.com.br/





 
Gosto da forma que vc retrata o cotidiano, gosto seu ponto de vista, ou será da sua vista no ponto, mas em fim eu gosto.
 
Boa tarde. Eu gostaria de falar con voce para publicar alguns de seus poemas em minha revista faculdade.

revistacantera@gmail.com
www.revistacantera.com
 
Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]





<< Página inicial

Arquivos

Março 2006   Abril 2006   Maio 2006   Junho 2006   Julho 2006   Agosto 2006   Setembro 2006   Outubro 2006   Novembro 2006   Dezembro 2006   Janeiro 2007   Fevereiro 2007   Março 2007   Abril 2007   Maio 2007   Junho 2007   Julho 2007   Agosto 2007   Setembro 2007   Outubro 2007   Novembro 2007   Dezembro 2007   Janeiro 2008   Fevereiro 2008   Março 2008   Abril 2008   Maio 2008   Junho 2008   Julho 2008   Agosto 2008   Setembro 2008   Outubro 2008   Novembro 2008   Dezembro 2008   Janeiro 2009   Fevereiro 2009   Março 2009   Abril 2009   Maio 2009   Junho 2009   Agosto 2009   Setembro 2009   Outubro 2009   Novembro 2009   Dezembro 2009   Janeiro 2010   Fevereiro 2010   Março 2010   Abril 2010   Maio 2010   Agosto 2010   Junho 2011   Dezembro 2011  

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Assinar Postagens [Atom]