pra não ficar na gaveta

quinta-feira, julho 13, 2006

 

Carpete marrom

Tomo chá de gengibre e limão com uma colher de mel. Mordisco uns biscoitos amolecidos pelo tempo e lambo as pontas dos dedos, sugando os restos de açúcar. Meu bem, já não sei o que dizer. Abri o envelope e devorei a sua letrinha miúda contando as imundices da adolescência e reprovei em tom de mãe – isso, não. Você me conta as velhas novidades com muita energia, e quando tirei os olhos do papel me espantei em não estar aí, juntinho. Os meus pés estão cruzados do outro lado da cama, teimam em tremer, esses dois. E quando a gente escutava música, as risadas saiam agudas e os olhos cintilavam enormes feito jabuticaba. Já aqui é pacato toda a vida, nove da noite não se ouve o telefone tocar e a lua enxerga lá de cima. Antes de entrar no avião, ouvi muito conselho de que céu e mar diminuem saudades, já que existem em qualquer parte do mundo. Mas eu não concordo: céu é céu, mar é mar, e saudade é tudo, até coisa que não se vê. Só que eu sou forte que nem onça e fechei os olhos com muita vontade para que ninguém me visse chorar. Já sou gente grande pra me derramar em tico-tico na frente dos outros; agora preciso ter segredos, não é assim que se faz quando cresce? Pois tem dias em que fico bastante quieta, observando com sentidos de bicho, e a cabeça chega a machucar de tanta idéia que cutuca. Sabe, essa cama está uma bagunça, com os dias espalhados e gostos diversos, porque o calendário desse povo é muito doido – você já imaginou que eu estou na noite da sua manhã?


(13 de novembro de 2004)

domingo, julho 09, 2006

 
a estrada é sinuosa mas eu não
enjôo
ao contrário – escolho
palavras & acordes
que te embalam
no banco de trás.

sexta-feira, julho 07, 2006

 
a primeira lição para um bom desenho
é contornar o que está ausente.

terça-feira, julho 04, 2006

 
eu estive aqui o tempo todo
as mãos muito repousadas têm diagnóstico certo:
quando nasceu, corpo mole de bebê
não chorou nem um instante
escorregou nas mãos do médico mas não
caiu.

Arquivos

Março 2006   Abril 2006   Maio 2006   Junho 2006   Julho 2006   Agosto 2006   Setembro 2006   Outubro 2006   Novembro 2006   Dezembro 2006   Janeiro 2007   Fevereiro 2007   Março 2007   Abril 2007   Maio 2007   Junho 2007   Julho 2007   Agosto 2007   Setembro 2007   Outubro 2007   Novembro 2007   Dezembro 2007   Janeiro 2008   Fevereiro 2008   Março 2008   Abril 2008   Maio 2008   Junho 2008   Julho 2008   Agosto 2008   Setembro 2008   Outubro 2008   Novembro 2008   Dezembro 2008   Janeiro 2009   Fevereiro 2009   Março 2009   Abril 2009   Maio 2009   Junho 2009   Agosto 2009   Setembro 2009   Outubro 2009   Novembro 2009   Dezembro 2009   Janeiro 2010   Fevereiro 2010   Março 2010   Abril 2010   Maio 2010   Agosto 2010   Junho 2011   Dezembro 2011  

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Assinar Postagens [Atom]