pra não ficar na gaveta

terça-feira, janeiro 20, 2009

 

14, dochester place

subir os degraus
de carpete pela primeira vez
carregada de malas
com todas as roupas, as cartas
fazer daqui minha nova casa
às cinco da manhã me apresento
o vôo foi longo, não durmo
faz dois dias
minha nova mãe me recebe
de casaco vermelho
e cabelos de ontem
pede que eu não faça barulho
para não acordar julie
a bebê ruiva que conheci
nas fotos. o brasil
ah, o brasil, lá deve ser nice and warm
esse aqui é o seu quarto
não abra a janela
por causa do frio
as roupas de cama ficam nesse
armário, jantamos juntos às seis
você pode ver tevê quando não
estivermos no sofá, você pode
se servir na geladeira
só peço que não tome as nossas
coisas, o leite de julie
minhas frutas. a faca deve
ficar virada para baixo
na máquina de lavar
para não furar o dedo do aaron
depois conversamos melhor
ela com esse sotaque engraçado
fala bem devagar como se eu
fosse uma criança, como se
eu fosse a julie
now go get some sleep

Comentários:
este texto me ganhou pelo "aaron" tava prestando atenção no poema depois que li "para não furar o dedo do aaron" eu não resisti a pensar em mil outras coisas e esquecer o poema. Um dos nomes masculinos que mais gosto, vou ter um filho com este nome...
 
De vez em quando, eu encontro alguém, nessa infinidade de blogs, que além de escrever de um jeito inexplicavelmente incrível, ainda incentiva a gente a "amarrar um barbante no punho para puxar palavras"...E você é assim. Não sei quantas vezes já folheei a Dobradura, Alice!

Bruno, 16.
 
hum, e ficar aqui quieto, lendo, buscando mil imagens, buscando um refúgio, e apreciar...
 
seus textos são belíssimos.

me vieram músicas e, consequentemente, a vontade de fazer música com alguns deles.

topas? =)

bjo
 
quero acompanhar esse itinerário
de perto e que imagino branco (branco que não é o branco de orides) - longe
com a certeza de que toda neve
ainda derrete...

um beijo, alice!
 
lindos teus poemas. eles tem uma delicadeza de menina, mas um lado mais cru muito severo e doce.
de repente tu gosta do meu blog.
fiquei sabendo de ti pelo jornal vaia.
o blog é www.poesiaimoral.zip.net
pretendo freqüentar mais essa sinceridade poética do teu blog.
 
Lindo, moça. Me senti um estranho. Senti até o cheiro da casa desconhecida.
Beijo
 
alice, eu que gosto dos seus poemas. parabéns pela dobradura, sempre (não encontrei palavra melhor que "parabéns" pra dizer que é motivo de orgulho).

e 2009 bonito pra você também!
tou saindo do interior, quem sabe um dia a gente se conhece :)
 
Este comentário foi removido pelo autor.
 
Poema novo ou tirado da gaveta?

como sempre, ótimo. Mas não creio que restrições para assistir televisão sejam um grande problema, né?

beijos
 
pps?desculpa não entendi,não vai dar para comentar o post agora,pois vou sair da net,mas amanhã venho aqui comentar o post com calma.

Um grande beijo
 
5, rue Henri Dubouillon.
um beijo.
 
Este comentário foi removido pelo autor.
 
Massa demais! adorei a parte "cabelos de ontem". Sua poesia é de um simplicidade decorada de complexidade.

SUCESSO!
 
Massa demais! adorei a parte "cabelos de ontem". Sua poesia é de um simplicidade decorada de complexidade.

SUCESSO!
 
eis a dobradura de ser viajante uma cidade estrangeira.
 
Lindo, como sempre. E faz a gente se sentir olhando aquela mulher com cabelo de ontem delimitando o espaço e tentando ser mais que uma estranha...
Beijos!
 
Sim, provavelmente por isso e
 
Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]





<< Página inicial

Arquivos

Março 2006   Abril 2006   Maio 2006   Junho 2006   Julho 2006   Agosto 2006   Setembro 2006   Outubro 2006   Novembro 2006   Dezembro 2006   Janeiro 2007   Fevereiro 2007   Março 2007   Abril 2007   Maio 2007   Junho 2007   Julho 2007   Agosto 2007   Setembro 2007   Outubro 2007   Novembro 2007   Dezembro 2007   Janeiro 2008   Fevereiro 2008   Março 2008   Abril 2008   Maio 2008   Junho 2008   Julho 2008   Agosto 2008   Setembro 2008   Outubro 2008   Novembro 2008   Dezembro 2008   Janeiro 2009   Fevereiro 2009   Março 2009   Abril 2009   Maio 2009   Junho 2009   Agosto 2009   Setembro 2009   Outubro 2009   Novembro 2009   Dezembro 2009   Janeiro 2010   Fevereiro 2010   Março 2010   Abril 2010   Maio 2010   Agosto 2010   Junho 2011   Dezembro 2011  

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Assinar Postagens [Atom]