pra não ficar na gaveta

sábado, março 08, 2008

 
perguntou se eu andava escrevendo
disse que tinha lido o meu nome
em algum lugar ou imaginou ter lido
o que dá no mesmo

era sexta e o ônibus demorava
um menino apontou para um disco voador
que brilhava vermelho e azul
a mãe resmungou
é uma antena, filho

subo no 569 e tenho vontade
de jogar o caderninho pela janela
imagino fogos de artifício
seria mesmo surpreendente
ter um ato de coragem

Comentários:
Lindo!

Um abraço apertado,
C.
 
Este comentário foi removido pelo autor.
 
mãos malabaristas atrás
da dança das folhas vão
atravessando a rua sem
olhar pros carros quem
controla o trânsito são
as faíscas da explosão


ps: toma conta porque esse caderno já se torna objeto de disputa das melhores editoras do país.

:)
 
Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]





<< Página inicial

Arquivos

Março 2006   Abril 2006   Maio 2006   Junho 2006   Julho 2006   Agosto 2006   Setembro 2006   Outubro 2006   Novembro 2006   Dezembro 2006   Janeiro 2007   Fevereiro 2007   Março 2007   Abril 2007   Maio 2007   Junho 2007   Julho 2007   Agosto 2007   Setembro 2007   Outubro 2007   Novembro 2007   Dezembro 2007   Janeiro 2008   Fevereiro 2008   Março 2008   Abril 2008   Maio 2008   Junho 2008   Julho 2008   Agosto 2008   Setembro 2008   Outubro 2008   Novembro 2008   Dezembro 2008   Janeiro 2009   Fevereiro 2009   Março 2009   Abril 2009   Maio 2009   Junho 2009   Agosto 2009   Setembro 2009   Outubro 2009   Novembro 2009   Dezembro 2009   Janeiro 2010   Fevereiro 2010   Março 2010   Abril 2010   Maio 2010   Agosto 2010   Junho 2011   Dezembro 2011  

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Assinar Postagens [Atom]