pra não ficar na gaveta

sexta-feira, dezembro 29, 2006

 

notas sobre botões

De início, as rosas não têm cheiro. Repousam na água e ali ficam, como qualquer outro objeto, cama, porta-retrato, abajur, livros – são inesgotáveis. Troca-se a água, arranca uma folha que apodreceu prematura, ou nem isso: permite que vivam sozinhas, ajeitando-se como bem entendem na ordem natural que segue além das nossas mãos. As flores sabem instintivamente que devem apontar para o sol, e os botões se abrem em dezenas de camadas, inflam.

Só depois de alguns dias, quatro ou cinco, elas começam a definhar, envergando-se. As folhas perdem a vivacidade, confundem-se com arbustos, substituem o verde por cinza, cor amorfa e sem temperatura. Impossível dizer que ainda têm calor; a cor desbota, a textura das pontas das pétalas resseca e se desfaz nas mãos. O estranho, porém, é que quando as rosas pendem, pedintes, suspensas apenas pelo cabo, elas exalam perfume.

Comentários:
um calor subindo pelos dedos te ler.

enruivaria tb meus cabelos.

parabens.
 
1- Nós também cheiramos mais forte quando morremos, digo, cheiro natural. Só que a rosa perfuma devido a pureza de sua vida.

2- Tenho por hábito juntar outros blogges ao meu. Estou colocando o seu. Se vc se importar, avise-me que tirarei o mais rápido possível.

Muito bem escolhidas as palavras, aqui e em todo blog.
 
Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]





<< Página inicial

Arquivos

Março 2006   Abril 2006   Maio 2006   Junho 2006   Julho 2006   Agosto 2006   Setembro 2006   Outubro 2006   Novembro 2006   Dezembro 2006   Janeiro 2007   Fevereiro 2007   Março 2007   Abril 2007   Maio 2007   Junho 2007   Julho 2007   Agosto 2007   Setembro 2007   Outubro 2007   Novembro 2007   Dezembro 2007   Janeiro 2008   Fevereiro 2008   Março 2008   Abril 2008   Maio 2008   Junho 2008   Julho 2008   Agosto 2008   Setembro 2008   Outubro 2008   Novembro 2008   Dezembro 2008   Janeiro 2009   Fevereiro 2009   Março 2009   Abril 2009   Maio 2009   Junho 2009   Agosto 2009   Setembro 2009   Outubro 2009   Novembro 2009   Dezembro 2009   Janeiro 2010   Fevereiro 2010   Março 2010   Abril 2010   Maio 2010   Agosto 2010   Junho 2011   Dezembro 2011  

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Assinar Postagens [Atom]